terça-feira, 19 de novembro de 2013

Comida para peixes: Os filmes desconhecidos dos Trapalhões

Imagem retirada do tumblr Ataque de Estrelismo
Quando Didi Mocó completou 50 anni de carreira, em 2009, a Europa Filmes lançou em DVD todos os longa-metragens protagonizados pelo Trapalhão. Infelizmente os filmes protagonizados pelos otros integrantes do quarteto (sobretudo por Dedé Santana e seu irmão Dino) foram negligenciados e permanecem no anonimato. Salvo algunos upados no YouTube pelo usuário lozandres muitos continuam inéditos e é triste que seja assim,  pois dá margem a tutti que dizem que o país non tem memória. Vamos a eles:




Rio à noite (1962)

Documentário de Aloízio T. de Carvalho, ao estilo de "Europa à noite", disposto a mostrar a vida noturna do Rio de Janeiro. O filme conta com a presença de figuras ilustres como Chacrinha, Jackson do Pandeiro, Carlos Imperial e Dedé Santana. Lamentavelmente, há muito poccos registros desse filme e o nome de Dedé nem aparece nos cartazes do filme, só nas fichas da Wikipedia e do imdb. Non está disponível no YouTube.


Lana, rainha das amazonas (1964)


Direção de Cyll Farney e Géza von CziffraCo-produção Brasil-Alemanha, que conta com atores estrangeiros e brasilianos, dentre eles, Dedé Santana,  que faz o papel de uno guia local, tal como Alfred Molina em "Caçadores da arca perdida". No filme, uno grupo de exploradores é feito refém por uno grupo de amazonas, na Floresta Amazônica, chefiadas por una loira que cresceu como guerreira, nos confins da selva equatorial. O filme se encontra disponível inteiro, em alemão, sem legendas no YouTube.


A pedra do tesouro (1965)


Filme de Roberto Farias (famoso pelos filmes do Roberto Carlos). Este curta-metragem é o primeiro filme estrelado por Renato Aragão e o primeiro em parceria com Dedé Santana, com quem protagonizaria seu primeiro longa "O rei do iê-iê-iê", no mesmo ano. Em "A pedra", Didi e Dedé querem encontrar tesouro escondido embaixo de una pedra. O filme tem pocco mais de 8 minutos e está disponível no YouTube. É bônus do DVD "O Mundo Mágico dos Trapalhões"


A espiã que entrou em uma fria (1967)

Zé Bonitinho: O Perigote das mulheres
Filme de Sanin Cherques. O título desse filme é una referência direta ao romance de John leCarré "O espião que veio do frio", que virou filme com Richard Burton, bem como é inspirado também nos filmes de 007. É praticamente um "Austin Powers" só que na época certa. Os protagonistas são Carmen Verônica, que hoje em dia é una vecchia, que fala pela nariz e o protagonista é Agildo Ribeiro. Fazem parte do elenco também José Loretto (Zé Bonitinho), José Santa Cruz. (dublador do Dino da Silva Sauro e do Magneto, na trilogia X Men) e Dedé Santana. O filme encontra-se disponível no YouTube.


Deu a louca no cangaço (1969)



Filme de Nelson Teixeira Mendes e Fauzi Mansur. Mais duradoura que a parceria com Didi Mocó foi a parceria de Dedé Santana com seu irmão Dino. A dupla fez una série de filmes como os personagens Maloca (Dedé) e Bonitão (Dino). Neste aqui, ambos são una dupla de mascates que vai parar em uno bando de cangaceiros cujos líderes disputam para ocupar o posto deixado por Lampião. Este filme non está disponível no YouTube. UPDATE: O filme agora está disponível no You Tube.



2000 anos de confusão (1969)


Filme de Fauzi Mansur, em que novamente os filmes e séries de espionagem são satirizados. Desta vez o alvo é o seriado "The Man From U.N.C.L.E.". No filme, a organização A.N.C.O.L. ajuda Maloca e Bonitão a recuperarem una moça rica que é pretendente deste. Esse filme está disponível no YouTube.



Se meu dólar falasse (a.k.a. O dólar surrado; 1970)



Chanchada (non confundir com pornochanchada) de Carlos Coimbra estrelada por Dercy Gonçalves (que já era vecchia naquela época). Ela faz o papel de Bissica, intermediária de Madame Veruska na compra de uno vaso raro chinês que custa US$ 15 mil. Atrapalhada (como ela sempre era nos filmes) , acaba perdendo dinheiro no lixão e tem que se virar para pegar de volta a grana com os mendigos, dentre eles, Grande Otelo. O filme conta com Dedé Santana no elenco, como gerente de banco (e dublado). Esse filme está disponível no YouTube.


Tô na tua, ô bicho! (1973)



Filme em que una quadrilha, cujo uno dos integrantes é Costinha, quer roubar o bilhete premiado da loteria do sogro do personagem do Agildo Ribeiro. Esse filme conta com uno jovem, mas já careca, Mauro Faccio Gonçalves, que futuramente usaria o nome e a peruca de Zacarias. Esse filme non está disponível no YouTube.




Os Irmãos Sem Coragem (a.k.a. Os desempregados; 1972)



O título com o qual foi lançado esse filme de Antonio B. Thomé com Maloca e Bonitão pegava carona no sucesso da novela global "Irmãos Coragem" (que já havia acabado faz uno bom tempo), mas o enredo non tem nada a ver com diamantes encontrados e nem com dupla personalidade (temas da novela). O título mais adequado seria o alternativo, pois relata as aventuras da dupla Santana, que vive trabalhando como camelôs até que Bonitão ganha na loteria. É o último filme de Dedé e Dino como protagonistas. Non está disponível no YouTube.


Sob o domínio do sexo (1973)



Apesar do título, non é uno filme erótico, e sim de ação (podendo haver cenas de nudez), como eram os filmes de Tony Vieira. A provável inspiração para o título é o filme de 1971 "Sob o domínio do medo" de Sam Peckinpah. Nesse filme, una viúva contrabandista contrata quatro marginais para resgatar a filha sequestrada (se chamasse a polícia, quem iria presa era ela). Com o tempo, os bandidos descobrem que a filha forjou o sequestro para ficar com o namorado. Com Dedé Santana. Non está disponível no YouTube.



O fraco do sexo forte (1973)


Filme de Osíris Parcifal de Figueiroa. Uno figurante ganha na loteria (era o sonho das pessoas nos anni 70. Igual ganhar na Mega Sena hoje em dia) e resolve virar produtor de cinema (Para quê? Para perder dinheiro?). Para escrever o roteiro ele contrata uno intelectual sofisticado e casado e uno sujeito farrista que só quer saber de enfiar sacanagem no filme e leva o otro escritor para o mau caminho. Filme com Mauro Gonçalves ainda sem a peruca e narração de Sérgio Porto. Non está disponível no YouTube.


Deu a louca nas mulheres (1977)


Filme de Roberto Machado. Aqui finalmente Mauro Gonçalves assume o papel de Zacarias Kotonete no cinema (Já era Zacarias nos Trapalhões desde 1974 na TV Tupi). No ano em que o filme foi lançado, "Os Trapalhões" já estavam na Rede Globo e a partir do ano seguinte, Zacarias faria seu primeiro filme com o grupo e todos estariam juntos no cinema até a breve separação em 1983, a participação de Dedé Santana em otro filme em 1986 e por fim até "Uma Escola Atrapalhada", último filme de Zacarias (o último a entrar e o primeiro a partir).
Aqui, Zacarias trabalha em una loja de tratores, mas seu jeito delicado e meigo non combina com o ambiente de trabalho e ele é demitido. Una amiga sua lhe consegue emprego em una loja de lingerie, onde ele é disputado a tapa pelas vendedoras e pela dona da loja (VOCÊ NON LEU ERRADO NON, AMICCO!). Non está disponível no YouTube.

Uh Didi! Uhuhuhu!!!

As 7 vampiras (1986)
Exemplar clássico do gênero "terrir" dirigido por Ivan Cardoso. Nele Sílvia, una professora de dança viúva, é convencida por uno vecchio amicco a deixar a reclusão (causada pelo trauma de ver seu marido morto por una planta carnívora) e estrelar uno espetáculo chamado "As 7 vampiras". Contudo una série de assassinatos prejudica o sucesso do número. Participação de Dedé Santana como faxineiro. Está disponível no YouTube.

Dedé Santana como faxineiro em "As 7 vampiras"

Meu pai é figurante (2011)


Filme de Rodrigo Castelhano. Dedé Santana é Jacinto, viúvo aposentado, pai da personagem da Luana Piovani e se mete a ser figurante de novela graças a uno caçador de talentos (Sidney Magal). No estúdio, ele acaba entrando em conflito com o diretor arrogante que adora humilhar os subordinados(Júlio Rocha).
É o tipo de papel que o Didi Mocó adora fazer. A diferença é que o cearense faz isso no Rio de Janeiro com distribuição da Globo Filmes e o Dedé faz a mesma cosa em una produção independente, em Balneário Camboriú. No final do filme há una referência a "O Poderoso Chefão". Está disponível no YouTube.

video




UPDATE: O blog Filmes para doidos fez una baita entrevista com Dedé Santana em que alguns dos filmes deste post foram citados.



Fontes:

http://cineminha.com.br/filme/64725-Rio-a-Noite
http://www.moviepostershop.com/lana-queen-of-the-amazons-movie-poster-1967
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/a-pedra-do-tesouro/
http://www.pumaclassic.com.br/2013/01/filmes-espia-que-entrou-em-fria.html
http://www.bcc.org.br/fotos/galeria/003321?page=4
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/deu-a-louca-no-cangaco/
http://bcc.gov.br/fotos/galeria/018179?page=2
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/2000-anos-de-confusao/
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/se-meu-dolar-falasse/
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/to-na-tua-o-bicho/
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/irmaos-sem-coragem/
http://cinemateca.gov.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/?IsisScript=iah/iah.xis&base=FILMOGRAFIA&lang=P&nextAction=search&exprSearch=ID=024700&format=detailed.pft
http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/sob-o-dominio-do-sexo/
http://cinemateca.gov.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/?IsisScript=iah/iah.xis&base=FILMOGRAFIA&lang=P&nextAction=search&exprSearch=ID=013247&format=detailed.pft
http://www.cinemabrasileiro.net/cartazes/galeria.asp?pagina=6
http://ataquedeestrelismo.tumblr.com/post/65901699166
http://www.ostrapalhoes.net/filmografia/anos-60/

11 comentários:

  1. Cara, esse foi um verdadeiro trabalho arqueológico, parabéns! E, infelizmente, isso prova que os brasileiros não têm memória e não valorizam a própria cultura (exceto os abnegados que puseram alguns dos filmes no youtube).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virou até clichê dizer que brasileiro non tem memória, infelizmente.

      Excluir
  2. Caraca. Thiagão, está de parabéns. Ao contrario do povo brasileiro que não tem memória e não tinha conhecimento destes filmes e vou procurar ver.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Giácomo!
    Quero aqui desde já, agradecer e parabenizar muito da sua iniciativa de ter feito esta pesquisa deste humorista e ídolo de várias gerações... E assim podermos conhecer um pouco mais deste excelente artista em que pouco conhecemos dos trabalhos dele, antes de se tornar um trapalhão.

    Bom Giácomo... Sou fã e colecionador dos Trapalhões desde 1976, no ano passado em 07 de Agosto, um dia antes do meu aniversário, conheci o Sr. Dedé e posso lhe dizer que foi algo indescritível para mim...
    Dei a ele de presente alguns objetos da minha coleção e um desses presentes, a cópia do filme Lana a Rainha das Amazonas de 1964. Eu consegui encontrar em inúmeras pesquisas na internet este filme e assim presenteá-lo, porque eu sabia que ele procurava por este filme há muitos anos.

    Quero aqui em primeira mão, informar que, acabei de postar no YouTube mais um filme do Dedé Santana: "Deu a louca no Cangaço". E postarei na minha página dos Trapalhões no Facebook:
    https://www.facebook.com/ostrapalhoesoficial

    O filme eu postei no YouTube para os fãs assistirem neste endereço: http://www.youtube.com/watch?v=VXmA-KApiIw&feature=youtu.be

    E possuo também este site:
    http://www.ostrapalhoes.net/

    Giácomo... Feliz Ano Novo para você e para a sua família.
    Um grande abraço e pode ficar a vontade se precisar de algo para lhe ajudar no que for preciso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lozandres, aqui é o Thiago Xavier, responsável por este blog. Sem demagogia, vc é uma das pessoas responsáveis por combater a falta de memória deste país. Sério mesmo. Já que ninguém se interessa em lançar os filmes do Dedé e do Zacarias, resta a vc trazer esses filmes a baila novamente. Vou atualizar esse post com o teu filme e a entrevista do Dedé no Filmes para doidos

      Excluir
  4. Boa tarde Thiago!
    Obrigado pelo elogio... Quero aqui também registrar, uma pesquisa que estou realizando sobre mais um filme perdido de um dos ttrapalhões da decada de 60. Infelizmente por enquanto não posso dar muitas informações porque prometi à um amigo jornalista, guardamos este achado para o momento certo...
    Um grande abraço e mais uma vez, lhe parebenizo pelas exelentes matérias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que tenha sorte. Não deixe de conferir os outros posts do blog. Abraços!

      Excluir
  5. Giácomo, e o filme que Mussum aparecia contracenando pela conjunto de pagode Originais do Samba? Teve mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim e será comentado mais para frente!

      Excluir
    2. Olá Giácomo e Malcon!
      O filme mencionado a respeito do Mussum com os Sete Modernos do Samba, vcs podem conferir no link abaixo:
      https://www.youtube.com/watch?v=W8po2Fru0WQ

      Excluir